• Leonardo Dias

    Tenho um amigo que uma certa época de sua vida ficou configurando um Linux-Gentoo durante uns 3 anos
    porque nele nunca estava “perfeito” hehehe 😛

    Brincadeiras a parte, esse é um ótimo tema, uma das abordagem que mais vejo dar certo no desenvolvimento de software é: FAÇA, TESTE e MELHORE.

    Acho que o mais importante nessa discussão é não confundir entre o “não perfeccionismo” com o “desleixo”; as vezes quando tentando fazer varias coisas ao mesmo tempo, temos a tendencia de ser desleixado, trazendo resultados medíocres e desmotivadores.

    Na minha vida tento empregar uma filosofia: “Faça uma coisa de cada vez bem feita(com capricho) e com calma”. Não é fácil de empregar ela nessa vida corrida que temos, mas não preciso ser perfeito né?

    Tenho a impressão que desvirtuei um pouco o tema, no entanto acredito que os dois temas estão ligados para que a energia de motivação não desapareça.

    Abraço,

    • Fernando Rui

      Oi Leonardo,

      Verdade! Conheço esse cara! hehe

      Mas, teu ponto foi bem colocado. Não pender para nenhum dos dois lados. Tanto o perfeccionismo quanto a superficialidade são prejudiciais.

      E é preciso medir isso no dia a dia. Por isso a importância de opiniões externas. Gostei bastante do comentário do Flávio, que citei no texto: Ser caprichoso basta.

      Filosofia boa essa sua. Concordo 100%. O foco em uma tarefa favorece a produtividade e melhor a qualidade da entrega.

      Abraço,

  • Olá Fernando,

    Você tocou em um tema onde muitos pensam ser um defeito e outros pensam ser qualidade e que já passou por minha vida várias vezes.

    Gostei muito da forma como você abordou o perfeccionismo e também das maneiras de como fugir dele. Eu penso que para se destacar é preciso ter excelência naquilo que se faz e não ser perfeito. Parabéns pelo excelente artigo!

    Grande abraço e sucesso sempre!

    • Fernando Rui

      Oi Fabio,

      Obrigado pelo comentário. Esse tema realmente é bem discutido.

      Concordo com você, devemos busca a excelência mas sem pensar na perfeição.

      Grande Abraço,

  • Pingback: ()

  • Pingback: ()

  • Joyanara Ferreira

    Eu sou extremamente perfeccionista e isso tem me atrapalhado muito, em todos os aspectos da vida. Estou tentando melhorar, mas não é fácil.

    • Oi Joyanara, é um processo mesmo. Vamos aos poucos nos conhecendo melhor e aprendendo mais como eliminar esse comportamento no dia a dia!

      Obrigado por compartilhar…

      Abração!